30/07/2012

Animais curiosos: Tamarutaca


Tamarutaca (Odontodactylus scyallarus) ou mantis shrimp (camarão louva-a-deus) é um crustáceo predador marinho. Existem cerca de 400 espécies, caracterizadas principalmente pela morfologia de sua segunda pata torácica, que é modificada em apêndice subquelado, lembrando uma pata de louva-a-deus.

Caçam suas presas com o auxílio de sua visão muito apurada e capaz de interpretar polarização no espectro ultravioleta e infravermelho. Algumas espécies caçam nadando, outras adotam a técnica da espreita, sem abandonar sua toca ou o buraco que cavam na areia, esperam a presa chegar perto e a apanham com um golpe rápido das patas pinçadoras (veja aqui e aqui).

A tamarutaca chega a atingir cerca de 25 cm de tamanho. Vive em fundo lodoso ou arenoso, cava seus buracos ou aproveita-se dos orifícios deixados por outros animais para neles se instalar. Habitam as águas rasas dos mares tropicais e subtropicais. É essencialmente carnívora, alimentando-se de camarões, caranguejos, moluscos, peixes e até mesmo animais da mesma ordem (canibalismo). O primeiro par de patas, muito desenvolvido, é usado tanto para atacar a presa como para se defender. A fêmea desova no local onde se abriga e, em caso de perigo, enrola os ovos como uma bola, prendendo-os junto ao corpo até encontrar um abrigo mais protegido.

Apresentam comportamentos sociais muito variados, desde ameaças visuais contra predadores até comportamentos de côrte. De acordo com a anatomia da sua pata raptorial é possível distinguir entre dois grupos funcionais, as perfuradoras e as esmagadoras, sendo que cada um dos tipos apresenta sua própria variação comportamental e até mesmo de habitat. As maiores esmagadoras são capazes de desferir um dos mais rápidos e violentos golpes do reino animal, um soco que pode apresentar a aceleração de um tiro calibre 22 e uma força de impacto de 60kg/cm². Essa força esmagadora é a responsável pelo seu título de "lagosta-boxeadora" e é capaz de facilmente quebrar a carapaça de um caranguejo ou as conchas duras e calcificadas de gastrópodes.

Um comentário:

  1. Nossa, que interessante, um animal um tanto diferente que até assusta em seus detalhes.
    Engraçado a força em um animal assim pequeno, mas muito bom saber de suas características.

    Um grande beijo.
    Tenha uma ótima noite.

    ResponderExcluir