07/06/2011

Animais curiosos: Monstro-de-gila


O monstro-de-gila (Heloderma suspectum) é um lagarto venenoso encontrado no sudoeste dos E.U.A e noroeste do México, com até 60 cm de comprimento, coloração preta e rosada. É um dos dois únicos lagartos venenosos do mundo (o outro é o Lagarto de conta).

Durante os meses mais quentes do ano, adotam hábitos noturnos, e no Inverno hibernam. Movem-se lentamente, usando a língua para sentir cheiros deixados na areia e capturar as suas presas. Chega aos 20 anos de longevidade. Alimenta-se de aves, pequenos roedores, outros lagartos e de todos os ovos que conseguem encontrar.

Vivem em bandos organizados hierarquicamente (existe sempre um macho dominante). Dificilmente brigam por território, porque não são caçadores por excelência; identificam uma "refeição" com sensível olfato e ficam à espera de que a presa indefesa se aproxime.

Ao contrário das cobras, o monstro-de-gila inocula a sua peçonha com os dentes da mandíbula, dois grandes incisivos muito afiados. Os efeitos são imediatos e bastantes dolorosos, apesar de não necessariamente fatais. Um monstro-de-gila morde para se defender e afastar possíveis invasores; só ataca animais maiores do que ele quando se sente ameaçado ou quando está ferido.

De uma substância encontrada em sua saliva extrai-se exenatida, um composto sintético que é a primeira droga de uma nova classe de medicamentos no mercado, a dos miméticos do hormônio incretina, para o tratamento do diabetes tipo 2. O veneno também está sendo estudado para o possível tratamento da doença de alzheimer.

Vulnerável, é protegido por lei federal nos Estados Unidos, onde a sua caça é proibida. No mercado negro, são vendidos a preços exorbitantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário